Por que você NÃO deveria fazer o seu próprio protetor solar


Mais um post de utilidade pública, depois daquele sobre usos ~diferenciados~ com bicarbonato de sódio. Recentemente, um vídeo voltou a circular no Facebook, bem estilo DIY de como fazer um protetor solar artesanal. Resumo do vídeo: alguém prepara uma receita de protetor solar caseiro "não tóxico" usando óleo de coco, azeite de oliva, óleos essenciais e óxido de zinco. Eles aquecem, mexem com uma colher, deixam esfriar, depois armazenam em uma jarra transparente ao ar livre sob a luz solar direta. Nesse momento, muitos químicos já estão arrancando os cabelos.
Esse vídeo há algum tempo atrás vivia sendo compartilhado num grupo de cosmética natural que eu participava. Até que uma mulher do grupo resolveu reproduzir uma receita parecida, indicada por um charlatão natureba que eu nem vou citar o nome. Não deu outra, ela teve queimaduras horríveis, e provavelmente até hoje deve ter manchas na pele. A moderadora e o autor da receita tiveram que se retratar, o que não funcionou entre os membros, visto que ele literalmente culpou a vítima. Isso foi como um alerta para eu questionar o que era passado ali.

Aqui estão as razões científicas para nunca fazer protetor solar DIY:

  • Óxido de zinco e dióxido de titânio são partículas muito difíceis de se dispersar adequadamente. Um homogeneizador de nível industrial (não uma colher) é necessário para quebrar e emulsionar pó de zinco e titânio para que eles possam ser espalhados uniformemente e cobrir toda a sua pele. Se não for distribuído adequadamente, você está se enganando ao pensar que sua pele está protegida quando não está. É impossível saber quanto FPS você está realmente recebendo.
  • Embora o óleo de coco reflita uma parte insubstancial da luz UV (ultravioleta), ele, assim como outros óleos, pode realmente atrair a luz do sol como um óleo bronzeador e causar danos por UV. O óleo de coco também é uma base terrível que não funciona bem com bloqueadores físicos. Este "protetor solar caseiro" vai ser gorduroso demais! - imagine colocar isso em seu rosto? Apenas a ideia está fazendo pipocar espinhas no meu rosto (sim, óleo de coco é um potencial comedogênico, agora o quanto ainda não há consenso).
  • Os vapores de óxido de zinco são muito tóxicos para inalar. Sem usar uma máscara, isso pode levar à febre do fumo metálico.
  • Óxido de zinco (ZnO) e dióxido de titânio (TiO2) não revestidos e "naturais" são fotocatalíticos para que eles reajam ao sol para produzir radicais livres. 
  • Os óleos essenciais podem ser fototóxicos, o que significa que eles danificam a pele quando expostos à luz solar.
  • Filtro solar requer agentes dispersantes (por exemplo, PEGs, ésteres de poliglicerílicos e polímeros) para distribuir uniformemente o óxido de zinco e impedir que este se aglutine. O óxido de zinco sem agentes dispersantes atrairá um ao outro devido à força eletromagnética que pode levar a uma proteção fraca e inconsistente.

No geral, seria ótimo se as pessoas pudessem parar de ficar com medo de nomes grandes de ingredientes que realmente protegem sua pele do sol. Aqueles "produtos químicos tóxicos" são para sua segurança. Há uma arte e química intrincadas que entram em produtos de proteção solar que os tornam estáveis ​​e eficazes. Então, por favor, deixe isso para os profissionais. Além disso, já existem protetores físicos seguros no mercado, como o da Adcos.

E, para uma proteção contra os raios UV garantida, mais importante que usar um filtro solar de amplo espectro (que deve ser entre FPS 30 e FPS 50, mais do que isso não é muito necessário, a não ser que sofra de melasma ou outra condição que exija que você tenha mais cuidado com os raios UVA, e que o PPD/FPUVA seja mais alto), é bom usar chapéu, óculos e ficar na sombra. Reaplique a cada duas horas e logo depois de sair da água. Se lembre da regra da colher de chá para passar a quantidade necessária.

A Trópica Botânica fez um post muito bom e trouxe alguns estudos científicos corroborando o porquê de óleos vegetais serem protetores solares fracos e até perigosos, clique aqui para ler. Nesse outro post, também traz fontes focando no óxido de zinco e sobre os pontos que eu citei acima.
Comente

2 comentários

  1. É isso aí!!! Não devemos acreditar em tudo ki ensinam pra gente na net..o difícil é achar um protetor solar que seja bom pra pele oleosa rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karla. Tudo bom? Então, realmente é uma saga achar um bom protetor pra gente. Eu fiz recentemente um post dando opções, quem sabe algum deles funcione pra você: http://sassyandpunk.blogspot.com/2018/06/top-8-melhores-protetores-solares-para.html

      Excluir

✧ Não esqueça de comentar, sua opinião aqui vale ouro.
✧ Mantenha o respeito com a autora e os comentaristas.
✧ Com sua conta do Google ou como Nome/URL fica mais fácil de se identificar, mas para isso você precisa habilitar os cookies no seu navegador, senão seu comentário ficará automaticamente anônimo.
✧ Marque a opção Receber notificação para receber sua resposta por e-mail! ♡ Obrigada pela visita e volte sempre! ♡

▸ Vídeo Mais Recente

richellecastro_

Richelle Castro - Blog de beleza, lifestyle, comportamento, moda e mais!